Coluna do Requião Filho

Não vejo sentido nas atrapalhadas decisões do governo peemedebista, desde que assumiu “interinamente” a presidência do Brasil. Sinceramente, parecem desligados de nosso estatuto e tomam decisões que afrontam tudo aquilo que um dia nosso partido procurou representar. Não concordo com o discurso, não concordo com o tom deste discurso e de forma alguma concordo com os meios de venda das ideias.

Isso me torna um defensor de Lula e da Dilma? Não! Isso me torna um brasileiro preocupado com o futuro do meu país.

Não defender o Temer e suas ideias neoliberais me torna um ativista contra a Operação Lava Jato? NÃO! Acho que local de corrupto é na cadeia, tanto aqui no meu Estado, onde as investigações andam a passos de tartaruga, como no âmbito federal, onde as investigações parecem escolher apenas uma facção e ignorar outras. É isto que me incomoda na Lava Jato, a prisão aparentemente “seletiva” e denúncias com clara tempestividade eleitoreira.

Então você apoia a Lava Jato? Sim. Apenas condeno abusos e a sua teatralidade. Se provarem, que se prendam todos os envolvidos, todos eles, sem nenhuma distinção.

Vamos esclarecer: Não apoio e não coloco a mão no fogo pelo governo deposto, mas não gosto e não confio no rumo do atual governo. Não sou contra a Lava Jato e reconheço que é necessário que se exponha as vísceras da corrupção no Brasil. Gostaria apenas que TODA a sujeira fosse exposta, com imparcialidade e compromisso com o devido processo legal.

Lugar de corrupto é na cadeia! A defesa de Lula e Dilma eu deixo para seus correligionários. Quanto a mim, interessa apenas defender o Brasil!

Reforma tributária, em tempos de crise, é para baixar juros e reduzir impostos. Reforma eleitoral é para garantir que novos nomes se apresentem.

Esquerda e direita, como conceito, caíram junto com o muro de Berlim. Temos que defender o nosso país, nosso patrimônio, nossos direitos e garantias. O socialismo não é o comunismo que você conheceu através de filmes ruins nos anos 80. A defesa da escola pública não significa a doutrinação de jovens, mas a criação de um cidadão pensante. A defesa da soberania nacional só é bonita quando se trata de defender interesses americanos, em um filme de Holywood? Por que se torna uma ideia ruim quando defendemos nosso petróleo? Os EUA implodiram guerras em todo o Oriente Médio atrás do petróleo e você defende que o Brasil abra mão porque você está insatisfeito com uma eleição?

Sou defensor disso, sou Requião, tenho lado e meu lado é claro. Sou contra o entreguismo, contra o massacre dos servidores, contra sangrar toda uma população para agradar o tal mercado.

Sou Requião, sou defensor de políticas públicas e de planos de governo que garantam o futuro de uma ação e não um discurso fácil para uma reeleição. Sou Requião. Nem Petista, nem Coxinha. Sou brasileiro, paranaense, curitibano. Sou Requião Filho e tenho identidade. Defendo aquilo que acredito! E hoje acredito que do jeito que está, está ruim para todo mundo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

%d blogueiros gostam disto: