RMC: Tempestades atingem todo o Estado e derrubam árvores

As tempestades que atingiram o Paraná na madrugada desta quarta-feira (26) causaram estragos principalmente na Região Metropolitana de Curitiba. De acordo com o Simepar, as rajadas de vento chegaram a 81 km/h na região. Houve registro de quedas de árvores, de energia e destelhamento de casas na Capital, em São José dos Pinhais, Colombo, Piên, Pinhais, Piraquara e Araucária. Nos municípios de Pinhão, Mallet e Reserva do Iguaçu, no Centro-Sul, também houve destelhamento de residências.

A Coordenadoria Estadual de Proteção e Defesa Civil registrou, preliminarmente, 50 quedas de árvores em Curitiba, nos bairros Tatuquara, Santa Felicidade, Boa Vista, Boqueirão, Água Verde e CIC. Nas Mercês, uma árvore atingiu uma casa, mas não há feridos ou desabrigados. A queda de energia provocou desabastecimento de água e luz em vários bairros da Capital e da Região Metropolitana e causou o desligamento de pelo menos 50 semáforos em Curitiba.

De acordo com o boletim publicado às 11h desta quarta-feira pela Defesa Civil, 37 casas foram danificadas – três em Curitiba, 12 em Mallet e 20 em Reserva do Iguaçu. Até então, 160 pessoas foram afetadas, mas não há feridos, desabrigados ou desalojados.

FRENTE FRIA – O meteorologista do Simepar Reinaldo Kneib explicou que as tempestades foram resultado de frente fria intensa que se deslocou da Argentina e do Sul do País. Em Cascavel e Foz do Iguaçu, no Oeste, as chuvas chegaram a 35 mm e 50 mm, respectivamente. Continua chovendo na faixa Norte do Estado, desde o Noroeste até o Norte Pioneiro. Em Curitiba, as chuvas perdem força no período da tarde.

Depois das tempestades, as temperaturas caem a partir desta quinta-feira (27). A previsão é de mínimas de 6ºC a 8ºC na Capital e de 2ºC a 4ºC no Centro-Sul até o domingo. Há previsão de geada para esta região. “Como haverá sol, as temperaturas devem variar bastante, de 10ºC a 12ºC durante o dia, podendo chegar próximas a 20ºC em Curitiba. A previsão é de frio durante a noite e de temperaturas amenas pela manhã”, disse Kneib.

AEN

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

%d blogueiros gostam disto: