Coluna do Pagliosa

Mentiras que incomodam bastante

Nossos políticos populistas fabricam muitas mentiras. Destaco as mais nefastas e posiciono meu entendimento sobre cada uma delas:
Dizem que pessoas ricas odeiam ver pobres viajando de avião… Bom, eu não sou rico porém, não conheço nenhum rico que pensa dessa maneira.
Apenas insanos não apreciam ver pessoas pobres viajarem de avião.
Dizem que o grande problema do Brasil é a desigualdade na distribuição das riquezas… Bom, o grande problema do Brasil, na verdade, é a pobreza. Um PIB de R$6,23 trilhões é muito baixo para uma população de 207 milhões de pessoas e nós precisamos aumentar nosso volume de riquezas. Isso só é possível trabalhando mais e melhor, pois discursos não geram riquezas.
Dizem que para alguns enriquecer, outros precisam empobrecer… Bom, isso é uma das mais perniciosas mentiras, e um mito dos populistas que gostam de jogar ricos contra pobres e vice-versa. Bill Gates como tantos outros  inovadores, enriqueceram, tornaram pessoas ricas e melhoraram a vida de bilhões de pessoas sem empobrecer ninguém. Uma boa ideia com determinação e tenacidade, gera riquezas sempre.
Dizem que o aumento de impostos gera aumento na arrecadação do governo… Bom, isto é correto até um  determinado ponto, depois a arrecadação tende a cair porque o excesso de tributos é ruim para os empresários, para os consumidores, para a economia em geral, e para o próprio governo. A “curva de Laffer” explica isso muito bem.
Dizem que a política do nós contra ele precisa agigantar-se e prevalecer sempre… Bom, essa ideologia é de uma burrice atroz e afianço que não há nenhum progresso decente e digno nessa linha de raciocínio.
Pare para pensar: É o uso harmônico de diferentes competências que torna a vida próspera, saudável e feliz para todos. As pessoas se complementam e devem dar o melhor de si em prol do bem comum. Pensar fora disso é egoísmo puro!
Estamos vivendo um tempo de resgatar princípios e valores, e creio que o exemplo dos super ladrões Joesley e Wesley Batista seja suficiente para demonstrar que honestidade nos negócios e na vida, é primordial.
É condição “sine qua non”!
Dizem que bilhões de reais precisam ser direcionados ao Fundo Partidário porque isso salvará nossa democracia… Bom, os partidos políticos queriam R$3,5 bilhões de verba pública para financiar suas campanhas para as próximas eleições, e acabaram levando R$ 900 milhões. Ainda assim é um escárnio e um tapa na face daqueles que pagam impostos… Com milhões de desempregados e a violência crescendo a níveis inimagináveis, gastar dinheiro assim, é prova inconteste que político no Brasil, não tem mesmo vergonha na cara!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

%d blogueiros gostam disto: